Product Documentation

Políticas de dispositivo de APN

Oct 06, 2016

Você pode adicionar uma política de dispositivo de Nome de Ponto de Acesso (APN) personalizado a dispositivos iOS, Android e Windows Mobile/CE. Use essa política se sua organização não usar um APN de consumidor para conexão com a Internet de um dispositivo móvel. Uma política de APN determina as configurações usadas para conectar os seus dispositivos a um GPRS da operadora de telefonia específica. Essa configuração já está definida na maioria dos telefones mais recentes.

Configurações do iOS

Configurações do Android

Configurações do Windows Mobile/CE

1. No console XenMobile, clique em Configurar > Políticas de dispositivo. A página Políticas de dispositivo é exibida.

2. Clique em Adicionar. A caixa de diálogo Adicionar uma nova política é exibida.

3. Clique em Mais e, em Acesso à Rede, clique em APN. A página de informações Política de APN é exibida.

localized image

4. No painel Informações Sobre a Política, insira as seguintes informações:

  • Nome da política: digite um nome descritivo para a política.
  • Descrição: opcionalmente, digite uma descrição para a política.

5. Clique em Avançar. É exibida a página Plataforma de política.

Observação: quando a página Plataforma de política é exibida, todas as plataformas estão selecionadas e você vê a plataforma iOS primeiro.

6. Em Plataformas, selecione as plataformas que você desejar adicionar.

Quando você terminar de definir as configurações de uma plataforma, consulte a Etapa 7 para saber como definir as regras de implantação dessa plataforma.

Definir as configurações do iOS

localized image

Defina estas configurações:

  • APN: digite o nome do ponto de acesso. Ele deve coincidir com um APN aceito do iOS ou a política falhará.
  • Nome de usuário: essa cadeia de caracteres especifica o nome do usuário desse APN. Se o nome do usuário estiver ausente, o dispositivo solicitará a cadeia de caracteres durante a instalação do perfil.
  • Senha: a senha de usuário desse APN. Para fins de ofuscação, a senha é codificada. Se ela estiver ausente da carga, o dispositivo solicitará a senha durante a instalação do perfil.
  • Endereço do servidor proxy: o endereço IP ou a URL do proxy do APN.
  • Porta do servidor proxy: o número da porta do proxy do APN. Ele será necessário se você tiver inserido um endereço de servidor proxy.
  • Em Configurações de Política, ao lado de Remover política, clique em Selecionar data ou Duração até remoção (em dias).
    • Se você clicar em Selecionar data, clique no calendário para selecionar a data específica para remoção.
    • Na lista Permitir que o usuário remova a política, clique em Sempre, Senha obrigatória ou Nunca.
    • Se você clicar em Senha obrigatória, ao lado de Senha de remoção de perfil, digite a senha necessária.

Definir as configurações do Android

localized image

Defina estas configurações:

  • APN: digite o nome do ponto de acesso. Ele deve coincidir com um APN aceito do Android ou a política falhará.
  • Nome de usuário: essa cadeia de caracteres especifica o nome do usuário desse APN. Se o nome do usuário estiver ausente, o dispositivo solicitará a cadeia de caracteres durante a instalação do perfil.
  • Senha: a senha de usuário desse APN. Para fins de ofuscação, a senha é codificada. Se ela estiver ausente da carga, o dispositivo solicitará a senha durante a instalação do perfil.
  • Servidor: essa configuração, que é anterior aos smartphones, geralmente está vazia. Ela faz referência a um servidor de gateway de protocolo WAP para telefones que não conseguiam acessar ou processar sites da Web padrão.
  • Tipo de APN: essa configuração deve coincidir com o uso pretendido da operadora para o ponto de acesso. Trata-se de uma cadeia de caracteres separada por vírgulas de especificadores do serviço do APN e deve coincidir com as definições publicadas da operadora sem fio. Alguns exemplos:
    • *. Todo o tráfego passa por esse ponto de acesso.
    • mms. Todo o tráfego multimídia passa por esse ponto de acesso.
    • default. Todo o tráfego, incluindo multimídia, passa por esse ponto de acesso.
    • supl. A localização de plano de usuário segura é associada ao GPS assistido.
    • dun. A Rede de Conexão Discada está desatualizada e raramente deve ser usada.
    • hipri. Redes de alta prioridade.
    • fota. O firmware por rede celular é usado para receber as atualizações de firmware.
  • Tipo de autenticação: na lista, clique no tipo de autenticação a ser usado. O padrão é Nenhum.
  • Endereço do servidor proxy: o endereço IP ou a URL do proxy HTTP de APN da operadora.
  • Porta do servidor proxy: o número da porta do proxy do APN. Ele será necessário se você tiver inserido um endereço de servidor proxy.
  • MMSC: o endereço do Servidor de Gateway MMS fornecido pela operadora.
  • Endereço do proxy MMS (Multimedia Messaging Server): esse é o servidor do serviço de mensagens multimídia do tráfego MMS. O MMS sucedeu o SMS para enviar mensagens maiores com conteúdo multimídia, como imagens ou vídeos. Esses servidores exigem protocolos específicos (como MM1, ... MM11).
  • Porta MMS: a porta usada para o proxy MMS.

Definir as configurações do Windows Mobile/CE

localized image

Defina as seguintes configurações:

  • APN: digite o nome do ponto de acesso. Ele deve coincidir com um APN aceito do Android ou a política falhará.
  • Rede: na lista, clique no tipo de rede a ser usada. O padrão é Escritório interno.
  • Nome de usuário: essa cadeia de caracteres especifica o nome do usuário desse APN. Se o nome do usuário estiver ausente, o dispositivo solicitará a cadeia de caracteres durante a instalação do perfil.
  • Senha: a senha de usuário desse APN. Para fins de ofuscação, a senha é codificada. Se ela estiver ausente da carga, o dispositivo solicitará a senha durante a instalação do perfil.
7. Configure as regras de implantação

8. Clique em Avançar. A página de atribuição Política de APN é exibida.

localized image

9. Ao lado de Escolher grupos de entrega, digite para localizar um grupo de entrega ou selecione na lista um grupo ou grupos aos quais você deseja atribuir a política. Os grupos que você selecionar aparecerão na lista Grupos de entrega que receberão a atribuição de aplicativos.

10. Expanda Cronograma de implantação e defina as seguintes configurações:

  • Ao lado de Implantar, clique em I para agendar a implantação ou em O para impedi-la. A opção padrão é I. Se você escolher O, nenhuma outra opção precisará ser configurada.
  • Ao lado de Cronograma de implantação, clique em Agora ou em Mais tarde. A opção padrão é Agora.
  • Se você clicar em Mais tarde, clique no ícone de calendário e selecione a data e a hora da implantação.
  • Ao lado de Condição de implantação, clique em Em cada conexão ou em Somente quando a implantação anterior tiver falhado. A opção padrão é Em cada conexão.
  • Ao lado de Implantar para conexões permanentes, clique em I ou O. A opção padrão é O.

Observação:

  • Essa opção se aplica quando você tiver configurado a chave de implantação de plano de fundo de programação em Configurações > Propriedades do servidor. A opção sempre conectada não está disponível para dispositivos iOS.
  • O cronograma de implantação que você configura é o mesmo para todas as plataformas. Todas as alterações feitas se aplicam a todas as plataformas, exceto Implantar para conexões permanentes, que não se aplica ao iOS.

11. Clique em Salvar para salvar a política.