Citrix DaaS

Gerenciar grupos de entrega

Introdução

Este artigo descreve os procedimentos para gerenciar grupos de entrega a partir do console de gerenciamento. Além de alterar as configurações especificadas ao criar o grupo, você pode definir outras configurações que não estão disponíveis quando você cria um grupo de entrega.

Os procedimentos são organizados por categorias: geral, usuários, máquinas e sessões. Algumas tarefas abrangem mais de uma categoria. Por exemplo, “Prevent users from connecting to machines” é descrito na categoria de máquinas, mas também afeta os usuários. Portanto, se você não conseguir encontrar uma tarefa em uma categoria, procure em uma categoria relacionada.

Outros artigos também contêm informações relacionadas:

  • Applications contém informações sobre o gerenciamento de aplicativos em grupos de entrega.
  • O gerenciamento de grupos de entrega requer permissões relacionadas à função interna de Administrador de grupos de entrega. Para obter detalhes, consulte Administração delegada.

Geral

Alterar o tipo de entrega de um grupo de entrega

O tipo de entrega indica o que o grupo pode entregar: aplicativos, áreas de trabalho ou ambos.

Antes de alterar um tipo de aplicativo para o tipo de Desktops, exclua todos os aplicativos do grupo.

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página Delivery Type, selecione o tipo de entrega desejado.
  4. Selecione Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela aberta. Ou selecione OK para aplicar as alterações e fechar a janela.

Alterar endereços do StoreFront

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página StoreFront, indique se você especificará um endereço de servidor StoreFront posteriormente (Manually) ou selecione Add new para especificar os servidores StoreFront que deseja usar (Automatically).
  4. Selecione Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela aberta. Ou selecione OK para aplicar as alterações e fechar a janela.

Você também pode especificar endereços do servidor StoreFront selecionando StoreFront no painel esquerdo do console.

Atualizar um grupo de entrega ou reverter uma atualização

Atualize um grupo de entrega depois de atualizar os VDAs em suas máquinas e os catálogos de máquinas que contêm as máquinas usadas no grupo de entrega.

Antes de iniciar a atualização do grupo de entrega:

  • Se você usar o Citrix Provisioning (anteriormente Provisioning Services), atualize a versão do VDA no console Citrix Provisioning.
  • Inicie as máquinas que contêm o VDA atualizado para que possam se registrar em um Delivery Controller. Esse processo informa o console sobre o que precisa ser atualizado no grupo de entrega.
  • Se você precisa continuar usando versões anteriores do VDA, os novos recursos do produto podem não estar disponíveis. Para obter mais informações, consulte a documentação de atualização.

Para atualizar um grupo de entrega:

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Upgrade Delivery Group na barra de ações. A ação Upgrade Delivery Group aparece somente se os VDAs atualizados forem detectados.

A tela indica quais máquinas, se houver, não podem ser atualizadas e por quê. Você pode cancelar a atualização, resolver os problemas da máquina e iniciar a atualização novamente.

Após a conclusão da atualização, você pode reverter as máquinas para seus estados anteriores. Selecione o grupo de entrega e, em seguida, selecione Undo na barra de ações.

Gerenciar grupos de entrega de Remote PC Access

Se uma máquina em um catálogo de máquinas Remote PC Access não está atribuída a um usuário, a máquina é temporariamente atribuída a um grupo de entrega associado a esse catálogo. Essa atribuição temporária permite que a máquina seja atribuída a um usuário posteriormente.

A associação de catálogo de máquinas a grupos de entrega tem um valor de prioridade. A prioridade determina a qual grupo de entrega essa máquina é atribuída quando ela se registra no sistema ou quando um usuário precisa de uma atribuição de máquina: quanto menor o valor, maior a prioridade. Se um catálogo de máquinas Remote PC Access tiver várias atribuições de grupo de entrega, o software seleciona a correspondência com a prioridade mais alta. Use o SDK do PowerShell para definir o valor de prioridade.

Quando criados pela primeira vez, os catálogos de máquinas Remote PC Access são associados a um grupo de entrega. Isso significa que as contas de máquina ou unidades organizacionais adicionadas ao catálogo posteriormente podem ser adicionadas ao grupo de entrega. Esta associação pode ser ativada ou desativada.

Para adicionar ou remover uma associação de catálogo de máquinas Remote PC Access com um grupo de entrega:

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo Remote PC Access.
  3. Na seção Details, selecione a guia Machine Catalogs e selecione um catálogo Remote PC Access.
  4. Para adicionar ou restaurar uma associação, selecione Add Desktops. Para remover uma associação, selecione Remove Association.

Alterar a licença para um grupo de entrega

Para alterar o direito de licença para um grupo de entrega, siga estas etapas:

  1. Selecione Delivery Groups no painel de navegação.

  2. Selecione um grupo e clique em Edit na barra de ações.

  3. Na página License Assignment, selecione a licença que você deseja que o grupo use.

  4. Clique em Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela aberta. Ou clique em Save para aplicar as alterações e fechar a janela.

Para obter mais informações sobre direitos de nível de grupo de entrega, consulte Licenciamento multitipos.

Usuários

Alterar as configurações do usuário em um grupo de entrega

O nome dessa página aparece como User Settings ou Basic Settings.

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página User Settings, altere qualquer uma das configurações na tabela a seguir.
  4. Selecione Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela aberta. Ou selecione OK para aplicar as alterações e fechar a janela.
Configuração Descrição
Descrição O texto que o Citrix Workspace (ou StoreFront) usa e que os usuários veem.
Enable Delivery Group Se o grupo de entrega está ativado ou não.
Time zone  
Enable Secure ICA Protege comunicações de e para máquinas no grupo de entrega usando SecureICA, que criptografa o protocolo ICA. O nível padrão é 128 bits. O nível pode ser alterado usando o SDK. A Citrix recomenda o uso de mais métodos de criptografia, como a criptografia TLS, ao atravessar redes públicas. Além disso, SecureICA não verifica a integridade dos dados.
Maximum desktops per user Quantos desktops um usuário pode ter.

Adicionar ou remover usuários em um grupo de entrega

Para obter informações detalhadas sobre usuários, consulte [Usuarios.

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit Delivery Group na barra de ações.
  3. Na página Users:

    • Para adicionar usuários, selecione Add e, em seguida, especifique os usuários que deseja adicionar.
    • Para remover usuários, selecione um ou mais usuários e selecione Remove.
    • Marque ou desmarque a caixa de seleção para permitir o acesso por usuários não autenticados.
  4. Selecione Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela aberta. Ou selecione OK para aplicar as alterações e fechar a janela.

Gerenciar atribuições de usuário

Para gerenciar atribuições de usuário:

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit Delivery Group na barra de ações.
  3. Na página Machine Allocation, adicione ou remova usuários. Para adicionar usuários, navegue até eles ou insira uma lista de nomes de usuário separados por ponto-e-vírgula.

Ao inserir nomes de usuário, considere o seguinte:

  • Se os usuários estiverem no Active Directory, insira os nomes diretamente. Caso contrário, insira os nomes neste formato: <identity provider>:<user name>. Exemplo: AzureAD:username.

Máquinas

Além dos recursos descritos neste artigo, consulte AutoScale para obter informações sobre proativamente ligar/desligar máquinas de gerenciamento.

Alterar atribuições de máquinas para usuários em um grupo de entrega

Você pode alterar as atribuições de máquinas de SO de sessão única provisionadas com MCS. Não é possível alterar atribuições de máquinas com SO multissessão ou máquinas provisionadas com o Citrix Provisioning.

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página Machine Allocation, especifique os novos usuários.
  4. Selecione Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela aberta. Ou selecione OK para aplicar as alterações e fechar a janela.

Atualizar uma máquina em um grupo de entrega

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e selecione View Machines na barra de ações.
  3. Selecione uma máquina e, em seguida, selecione Update Machines na barra de ações.

Para escolher uma imagem diferente, selecione Master Image e, em seguida, selecione um instantâneo.

Para aplicar alterações e notificar os usuários da máquina, selecione Rollout notification to end-users. Em seguida, especifique:

  • Quando atualizar a imagem: agora ou na próxima reinicialização
  • A hora de distribuição de reinicialização (o tempo total para começar a atualizar todas as máquinas no grupo)
  • Se os usuários são notificados sobre a reinicialização ou não
  • A mensagem que os usuários receberão

Adicionar, alterar ou remover uma restrição de marca para uma área de trabalho

Adicionar, alterar e remover restrições de marca pode ter efeitos imprevisíveis sobre quais áreas de trabalho são consideradas para a inicialização. Consulte as considerações e precauções em Marcas.

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página Desktops, selecione a área de trabalho e selecione Edit.
  4. Para adicionar uma restrição de marca, selecione Restrict launches to machines with the tag e, em seguida, selecione a marca.
  5. Para alterar ou remover uma restrição de marca siga, escolha uma ação:

    • Selecione uma marca diferente.
    • Remova a restrição de marca desmarcando Restrict launches to machines with this tag.
  6. Selecione Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela aberta. Ou selecione OK para aplicar as alterações e fechar a janela.

Remover uma máquina de um grupo de entrega

A remoção de uma máquina a exclui de um grupo de entrega. Ela não a exclui do catálogo de máquinas usado pelo grupo de entrega. Portanto, essa máquina está disponível para atribuição a outro grupo de entrega.

As máquinas devem ser desligadas antes que possam ser removidas. Para impedir temporariamente que os usuários se conectem a uma máquina enquanto ela está sendo removida, coloque a máquina no modo de manutenção antes de desligá-la.

As máquinas podem conter dados pessoais, portanto, seja cauteloso antes de alocar a máquina para outro usuário. Considere refazer a imagem da máquina.

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e selecione View Machines na barra de ações.
  3. Assegure-se de que a máquina está desligada.
  4. Selecione a máquina e, em seguida, selecione Remove from Delivery Group na barra de ações.

Você também pode remover uma máquina de um grupo de entrega através da conexão que a máquina usa.

Restringir o acesso a máquinas em um grupo de entrega

Quaisquer alterações que você fizer para restringir o acesso a máquinas em um grupo de entrega substituem as configurações anteriores, independentemente do método usado. Você pode:

  • Restringir o acesso de administradores que usam escopos de administração delegada: você pode criar e atribuir um escopo que permita que os administradores acessem todos os aplicativos e outro escopo que forneça acesso a apenas determinados aplicativos. Para obter detalhes, consulte Administração delegada.

  • Restringir o acesso de usuários por meio de expressões de política SmartAccess: use expressões de política para filtrar conexões de usuário realizadas por meio do Citrix Gateway.

    1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
    2. Selecione um grupo e clique em Edit na barra de ações.
    3. Na página da Access Policy, selecione Connections through Citrix Gateway.
    4. Para escolher um subconjunto dessas conexões, selecione Connections meeting any of the following filters. Em seguida, defina o site Citrix Gateway e adicione, edite ou remova as expressões de política do SmartAccess para os cenários permitidos de acesso do usuário. Para obter detalhes, consulte a documentação do Citrix Gateway.
    5. Selecione Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela aberta. Ou selecione Save para aplicar as alterações e fechar a janela.
  • Restringir o acesso de usuários por meio de filtros de exclusão: use filtros de exclusão nas políticas de acesso que você definiu no SDK. As políticas de acesso são aplicadas a grupos de entrega para refinar as conexões. Por exemplo, você pode restringir o acesso da máquina a um subconjunto de usuários e especificar dispositivos de usuário permitidos. Os filtros de exclusão refinam ainda mais as políticas de acesso. Por exemplo, por segurança, você pode negar o acesso a um subconjunto de usuários ou dispositivos. Por padrão, os filtros de exclusão são desativados.

    Por exemplo, para impedir o acesso de um laboratório de ensino em uma sub-rede de uma rede corporativa a um grupo de entrega específico, independentemente de quem está usando as máquinas no laboratório, use o comando: Set-BrokerAccessPolicy -Name VPDesktops_Direct -ExcludedClientIPFilterEnabled $True -.

    Você pode usar o asterisco (*) como curinga para corresponder a todas as marcas que começam com a mesma expressão de política. Por exemplo, se você adicionar a marca VPDesktops_Direct a uma máquina e VPDesktops_Test a outra, definir a marca no script Set-BrokerAccessPolicy como VPDesktops_* aplica o filtro às duas máquinas.

    Se você estiver conectado usando um navegador da Web ou com o recurso de experiência do usuário do aplicativo Citrix Workspace ativado na loja, não será possível usar um filtro de exclusão de nome cliente.

Impedir que os usuários se conectem a uma máquina (modo de manutenção) em um grupo de entrega

Quando precisar interromper temporariamente novas conexões às máquinas, você pode ativar o modo de manutenção de uma ou de todas as máquinas em um grupo de entrega. Você pode fazer isso antes de aplicar patches ou usar ferramentas de gerenciamento.

  • Quando uma máquina com SO multissessão está no modo de manutenção, os usuários podem se conectar a sessões existentes, mas não podem iniciar novas sessões.
  • Quando uma máquina de SO de sessão única (ou um computador usando Remote PC Access) está no modo de manutenção, os usuários não podem se conectar ou reconectar. As conexões atuais permanecem ativas até que se desconectem ou seja feito logoff.

Para ativar ou desativar o modo de manutenção:

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo.
  3. Para ativar o modo de manutenção para todas as máquinas do grupo de entrega, selecione Turn On Maintenance Mode na barra de ações.

    Para ativar o modo de manutenção para uma máquina, selecione View Machines na barra de ações. Selecione uma máquina e selecione Turn On Maintenance Mode na barra de ações.

  4. Para desativar o modo de manutenção para uma ou todas as máquinas em um grupo de entrega, siga as instruções anteriores, mas selecione Turn Off Maintenance Mode na barra de ações.

As configurações da Conexão de Área de Trabalho Remota (RDC) do Windows também afetam se uma máquina com SO multissessão está ou não no modo de manutenção. O modo de manutenção é ativado quando ocorre uma das seguintes circunstâncias:

  • O modo de manutenção é definido como ativado, conforme descrito anteriormente.
  • A RDC está definida como Não permitir conexões com este computador.
  • A RDC não está definida como Não permitir conexões com este computador e a configuração de Remote Host Configuration User Logon Mode é Permitir reconexões, mas impedir novos logons ou Permitir reconexões, mas impedir novos logons até que o servidor seja reiniciado.

Você também pode ativar ou desativar o modo de manutenção para:

  • Uma conexão, o que afeta as máquinas que usam essa conexão.
  • Um catálogo de máquinas, o que afeta as máquinas nesse catálogo.

Desligar e reiniciar máquinas em um grupo de entrega

Este procedimento não é suportado para máquinas de Remote PC Access.

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e selecione View Machines na barra de ações.
  3. Selecione a máquina e, em seguida, selecione uma das seguintes ações na barra de ações:

    Nota:

    • As ações a seguir se aplicam somente a máquinas com gerenciamento de energia.
    • Algumas opções podem não estar disponíveis, dependendo do estado da máquina.
    • Force shut down: força o desligamento da máquina e atualiza a lista de máquinas.
    • Restart: solicita que o sistema operacional seja desligado e, em seguida, inicializa a máquina novamente. Se o sistema operacional não conseguir, a máquina permanecerá em seu estado atual.
    • Force restart: força o desligamento do sistema operacional e, em seguida, reinicializa a máquina.
    • Suspend: pausa a máquina sem desligá-la e atualiza a lista de máquinas.
    • Shut down: solicita que o sistema operacional seja desligado.

Para ações não forçadas, se a máquina não for desligada em 10 minutos, ela será encerrada. Se o Windows tentar instalar atualizações durante o desligamento, existe o risco de a máquina ser encerrada antes do término das atualizações.

Criar e gerenciar agendamentos de reinicialização de máquinas em um grupo de entrega

Nota:

  • Quando um agendamento de reinicialização é aplicado a um grupo de entrega com AutoScale habilitado, suas máquinas são simplesmente desligadas e ficam aguardando que o AutoScale volte a ligá-las.
  • Quando os agendamentos de reinicialização são aplicados a máquinas aleatórias de sessão única, essas máquinas são desligadas em vez de reiniciadas, para economizar nos custos. Recomendamos que você use o AutoScale para ligar as máquinas.

O agendamento de reinicialização especifica a periodicidade de reinicialização das máquinas em um grupo de entrega. Você pode criar um ou mais agendamentos para um grupo de entrega. Um agendamento pode afetar:

  • Todas as máquinas no grupo.
  • Uma ou mais máquinas (mas não todas) no grupo. As máquinas são identificadas por uma marca que você aplica à máquina. Isso é chamado de restrição de marca, porque a marca restringe uma ação a apenas os itens (nesse caso, as máquinas) que têm a marca.

Por exemplo, digamos que todas as suas máquinas estejam em um grupo de entrega. Você quer que cada máquina seja reinicializada uma vez por semana e que as máquinas usadas pelo pessoal da contabilidade sejam reinicializadas diariamente. Para isso, configure um cronograma para todas as máquinas e outro cronograma apenas para as máquinas da contabilidade.

Um agendamento inclui o dia e a hora em que a reinicialização começa e a duração. A duração é “start all affected machines at the same time” ou um intervalo que provavelmente usará para reiniciar todas as máquinas afetadas.

Você pode ativar ou desativar um agendamento. Desabilitar um agendamento pode ser útil durante a realização de testes, durante intervalos especiais ou quando você estiver preparando o cronograma de agendamentos antes de precisar deles.

Não é possível usar agendamentos para ligar ou desligar automaticamente a partir do console de gerenciamento, apenas para reinicializar.

Sobreposição de agendamentos

Pode acontecer de os agendamentos se sobreporem. No exemplo acima, os dois agendamentos afetam as máquinas da contabilidade. Essas máquinas podem ser reinicializadas duas vezes aos domingos. O código de agendamento foi projetado para evitar a reinicialização da mesma máquina com mais frequência do que o desejado, mas não é garantido.

  • Se os agendamentos coincidirem precisamente na hora de início e na duração, é mais provável que as máquinas serão reinicializadas apenas uma vez.
  • Quanto mais diferentes forem a hora de início e a duração nos agendamentos, maior a probabilidade de que ocorrerão várias reinicializações.
  • O número de máquinas afetadas por um agendamento também afeta a probabilidade de uma sobreposição. No exemplo, o agendamento semanal que afeta todas as máquinas pode iniciar reinicializações mais rapidamente do que o agendamento diário das máquinas do departamento de contabilidade, dependendo da duração especificada para cada.

Para uma análise detalhada dos agendamentos de reinicialização, consulte Reboot schedule internals.

Exibir agendamentos de reinicialização

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Selecione a página Restart Schedule.

A página Restart Schedule contém as seguintes informações sobre cada agendamento configurado:

  • Nome do agendamento.
  • Restrição de marca usada, se houver.
  • Com que frequência as reinicializações da máquina ocorrem.
  • Se os usuários da máquina recebem uma notificação.
  • Se o agendamento está habilitado. Desabilitar um agendamento pode ser útil durante a realização de testes, durante intervalos especiais ou quando você estiver preparando o cronograma de agendamentos antes de precisar deles.

Adicionar (aplicar) marcas

Quando você configura um agendamento de reinicialização que usa uma restrição de marca, verifique se a marca foi adicionada (aplicada) às máquinas afetadas pelo agendamento. No exemplo acima, cada uma das máquinas usadas pelo pessoal de contabilidade tem uma marca aplicada. Para obter detalhes, consulte Marcas.

Embora você possa aplicar mais de uma marca a uma máquina, um agendamento de reinicialização pode especificar apenas uma marca.

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione o grupo que contém as máquinas a serem controladas pelo agendamento.
  3. Selecione View Machines e, em seguida, selecione as máquinas às quais você deseja adicionar uma marca.
  4. Selecione Manage Tags na barra de ações.
  5. Se a marca existir, ative a caixa de seleção ao lado do nome da marca. Se a marca não existir, selecione Create e, em seguida, especifique o nome da marca. Depois que a marca é criada, ative a caixa de seleção ao lado do nome da marca recém-criada.
  6. Selecione Save na caixa de diálogo Manage Tags.

Criar um agendamento de reinicialização

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página Restart Schedule, selecione Add.
  4. Na página Add Restart Schedule:

    • Para ativar o agendamento, selecione Yes. Para desativar o agendamento, selecione No.
    • Digite um nome e uma descrição do agendamento.
    • Em Restrict to tag, aplique uma restrição de marca.
    • Em Include machines in maintenance mode, escolha se deseja incluir neste agendamento de reinicialização as máquinas que estão no modo de manutenção. Para usar o PowerShell, consulte Reinicializações agendadas para máquinas no modo de manutenção.
    • Em Restart frequency, selecione com que frequência a reinicialização ocorre: diariamente, semanalmente ou mensalmente. Se você selecionar Weekly ou Monthly, poderá especificar um ou mais dias específicos.
    • Em Repeats every, especifique com que frequência você deseja que o agendamento seja executado.
    • Em Start date, especifique uma data de início para a primeira ocorrência do agendamento.
    • Em Begin restart at, especifique, no formato 24 horas, a hora do dia para iniciar a reinicialização.
    • Em Restart duration, escolha se deseja:
      • Reiniciar todas as máquinas ao mesmo tempo.
      • Começar a reiniciar todas as máquinas aplicáveis dentro de um determinado intervalo. Um algoritmo interno determina quando cada máquina é reinicializada durante esse intervalo.
      • Reiniciar todas as máquinas depois de esvaziar todas as sessões. Quando o horário de reinicialização é atingido, as máquinas são colocadas no estado de esvaziamento e reinicializadas quando todas as sessões forem desligadas.

        Nota:

        Você pode usar essa opção para máquinas com gerenciamento de energia e também para máquinas que não são gerenciadas por energia.

    • Em Send notification to users, escolha se deseja exibir uma mensagem de notificação nas máquinas aplicáveis antes de iniciar uma reinicialização. Por padrão, nenhuma mensagem é exibida.
    • Se optar por exibir uma mensagem 15 minutos antes do início da reinicialização, você pode escolher (em Notification frequency) para repetir a mensagem a cada cinco minutos após a mensagem inicial. Por padrão, a mensagem não se repete.
    • Insira o título e o texto da notificação. Não há texto padrão.

      Se você quiser que a mensagem inclua uma contagem regressiva para reinicializar, inclua a variável %m%. A menos que você opte por reinicializar todas as máquinas ao mesmo tempo, a mensagem aparece em cada máquina no momento apropriado antes da reinicialização.

  5. Clique em Done para aplicar as alterações e fechar a janela Add Restart Schedule.

  6. Clique em Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela Edit Delivery Group aberta. Ou clique em Save para aplicar as alterações e fechar a janela.

Executar imediatamente um agendamento de reinicialização

Um agendamento de reinicialização especifica quando as máquinas em um grupo de entrega são reiniciadas regularmente. Você também pode executar um agendamento de reinicialização imediatamente para reinicializar as máquinas nesse agendamento.

Para executar um agendamento de reinicialização imediatamente, siga estas etapas:

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo de entrega aplicável e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página Restart Schedule, selecione um agendamento que você deseja executar e, em seguida, selecione Run schedule now.

Nota:

  • Você não pode executar um agendamento imediatamente se ele estiver definido com a configuração Restart all machines after draining sessions.
  • Você pode aplicar Run schedule now apenas a um agendamento por vez.
  • Depois de editar um agendamento, Run schedule now fica indisponível. Selecione Apply para disponibilizá-lo.

Editar, remover, ativar ou desativar um agendamento de reinicialização

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página Restart Schedule, marque a caixa de seleção de um agendamento.
    • Para editar um agendamento, selecione Edit. Atualize a configuração do agendamento, usando as orientações em Criar um agendamento de reinicialização.
    • Para ativar ou desativar um agendamento, selecione Edit. Marque ou desmarque a caixa de seleção Enable restart schedule.
    • Para remover um agendamento, selecione Remove. Confirme a remoção. A remoção de um agendamento não afeta nenhuma marca aplicada às máquinas nas máquinas afetadas.

Reinicializações programadas atrasadas devido à interrupção do banco de dados

Nota:

Este recurso está disponível apenas no PowerShell.

Se ocorrer uma interrupção do banco de dados do site antes da reinicialização agendada começar para as máquinas (VDAs) em um grupo de entrega, as reinicializações iniciam quando a interrupção termina. Isso pode ter resultados inesperados.

Por exemplo, digamos que você agendou as reinicializações de um grupo de entrega para ocorrer durante um horário fora do período de produção (começando às 3h). Uma interrupção do banco de dados do site ocorre uma hora antes do início da reinicialização agendada (2h). A interrupção dura seis horas (até as 8h). O cronograma de reinicialização começa quando a conexão entre o Delivery Controller e o banco de dados do site é restaurada. As reinicializações dos VDAs agora começam cinco horas após o agendamento original. Isso pode resultar na reinicialização dos VDAs durante o horário de produção.

Para ajudar a evitar esta situação, você pode usar o parâmetro MaxOvertimeStartMins para os cmdlets New-BrokerRebootScheduleV2 e Set-BrokerRebootScheduleV2. O valor especifica o número máximo de minutos além da hora de início programada que um agendamento de reinicialização pode começar.

  • Se a conexão do banco de dados for restaurada dentro desse tempo (horário agendado + MaxOvertimeStartMins), a reinicialização do VDA começa.

  • Se a conexão do banco de dados não for restaurada dentro desse período de tempo, as reinicializações de VDA não começam.

  • Se esse parâmetro for omitido ou tiver valor zero, a reinicialização agendada começará quando a conexão com o banco de dados for restaurada, independentemente da duração da interrupção.

Para obter mais informações, consulte a ajuda do cmdlet. Este recurso está disponível apenas no PowerShell.

Reinicializações agendadas para máquinas no modo de manutenção

Para indicar se um agendamento de reinicialização afeta máquinas que estão no modo de manutenção, use a opção IgnoreMaintenanceMode com os cmdlets BrokerRebootScheduleV2.

Por exemplo, o cmdlet a seguir cria um agendamento que reinicializa as máquinas que estão e as máquinas que não estão no modo de manutenção.

New-BrokerRebootSchedulev2 rebootSchedule1 -DesktopGroupName <myDesktopGroup> -IgnoreMaintenanceMode $true

O cmdlet a seguir modifica um agendamento de reinicialização existente.

Set-BrokerRebootSchedulev2 rebootSchedule1 -IgnoreMaintenanceMode $true

Para obter mais informações, consulte a ajuda do cmdlet.

Máquinas que gerenciam carga em grupos de entrega

Você pode gerenciar a carga somente de máquinas com SO multissessão.

O gerenciamento de carga mede a carga do servidor e determina qual servidor selecionar sob as atuais condições do ambiente. Essa seleção é baseada em:

  • Status do modo de manutenção do servidor: uma máquina com SO multissessão é considerada para balanceamento de carga somente quando o modo de manutenção está desativado.

  • Índice de carga do servidor: determina a probabilidade de um servidor que fornece máquinas com SO multissessão receber conexões. O índice é uma combinação de avaliadores de carga: o número de sessões e as configurações de métricas de desempenho, como CPU, disco e uso de memória. Os avaliadores de carga são especificados nas configurações da política de gerenciamento de carga.

    Um índice de carga de servidor de 10000 indica que o servidor está totalmente carregado. Se nenhum outro servidor estiver disponível, os usuários poderão receber uma mensagem informando que a área de trabalho ou o aplicativo não está disponível atualmente quando iniciarem uma sessão.

    Você pode monitorar o índice de carga no Director (Monitor), uma pesquisa de interface de gerenciamento Full Configuration e o SDK.

    Nas exibições do console, para exibir a coluna Server Load Index (que está oculta por padrão), selecione uma máquina, clique com o botão direito do mouse em um cabeçalho de coluna e selecione Select Column. Em Machine category, selecione Load Index.

    No SDK, use o cmdlet Get-BrokerMachine. Para obter detalhes, consulte CTX202150.

  • Concurrent logon tolerance policy setting: o número máximo de solicitações simultâneas para fazer logon no servidor. (Essa configuração é equivalente à limitação de carga nas versões XenApp 6.x.)

    Quando todos os servidores superam ou se encontram no limite da configuração de tolerância de logon simultâneo, a próxima solicitação de logon é atribuída ao servidor com o menor número de logons pendentes. Se mais de um servidor atender a esses critérios, o servidor com o menor índice de carga é selecionado.

Gerenciar Autoscale

Por padrão, o Autoscale está desativado para grupos de entrega. Para gerenciar o Autoscale para um grupo de entrega (se aplicável), siga estas etapas:

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Manage Autoscale na barra de ações. A janela Manage Autoscale é exibida.
  3. Defina as configurações conforme necessário. Para obter informações sobre as configurações de Autoscale, consulte Autoscale.
  4. Selecione Apply para aplicar as alterações feitas e manter a janela aberta. Ou selecione Save para aplicar as alterações e fechar a janela.

Sessões

Fazer logoff ou desconectar uma sessão ou enviar uma mensagem aos usuários do grupo de entrega

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e selecione View Machines na barra de ações.
  3. Para fazer logoff de um usuário de uma sessão, selecione a sessão ou a área de trabalho e, em seguida, selecione Log off na barra de ações. A sessão fecha e a máquina fica disponível para outros usuários, a menos que esteja alocada para um usuário específico.
  4. Para desconectar uma sessão, selecione a sessão ou a área de trabalho e, em seguida, selecione Disconnect na barra de ações. Os aplicativos continuam sendo executados e a máquina permanece alocada para o usuário. O usuário pode se reconectar à mesma máquina.
  5. Para enviar uma mensagem aos usuários, selecione a sessão, a máquina ou o usuário e, em seguida, selecione Send message na barra de ações. Digite a mensagem.

Configurar a pré-inicialização de sessão e o prolongamento de sessão em um grupo de entrega

Esses recursos são suportados apenas em máquinas com SO multissessão.

Os recursos de pré-inicialização de sessão e de prolongamento de sessão ajudam os usuários especificados a acessar aplicativos rapidamente, ao:

  • Iniciar sessões antes de serem solicitadas (pré-inicialização da sessão)
  • Manter as sessões do aplicativo ativas depois que um usuário fecha todos os aplicativos (prolongamento de sessão)

Por padrão, a pré-inicialização de sessão e o prolongamento de sessão não são usados. Uma sessão é inicializada quando o usuário inicia um aplicativo e permanece ativa até que o último aplicativo aberto na sessão seja fechado.

Considerações:

  • O grupo de entrega deve oferecer suporte a aplicativos e as máquinas devem estar executando um VDA de SO multissessão, versão mínima 7.6.
  • Esses recursos são compatíveis apenas ao usar o aplicativo Citrix Workspace para Windows e também exigem mais configuração do aplicativo Citrix Workspace. Para obter instruções, procure por pré-inicialização de sessão na documentação do produto para a sua versão do aplicativo Citrix Workspace para Windows.
  • O aplicativo Citrix Workspace para HTML5 não é suportado.
  • Ao usar a pré-inicialização de sessão, se a máquina de um usuário for colocada no modo suspender ou hibernar, a pré-inicialização não funciona (independentemente das configurações de pré-inicialização da sessão). Os usuários podem bloquear suas máquinas/sessões. No entanto, se um usuário fizer logoff do aplicativo Citrix Workspace, a sessão será encerrada e a pré-inicialização não se aplica mais.
  • Ao usar a pré-inicialização de sessão, as máquinas cliente físicas não podem usar as funções de gerenciamento de energia suspender ou hibernar. Usuários de máquinas cliente podem bloquear suas sessões, mas não devem fazer logoff.
  • Sessões pré-inicializadas e prolongadas consomem uma licença simultânea, mas somente quando conectadas. Se estiver usando uma licença de usuário/dispositivo, a licença dura 90 dias. As sessões pré-inicializadas e prolongadas não utilizadas se desconectam após 15 minutos por padrão. Esse valor pode ser configurado no PowerShell (cmdlet New/Set-BrokerSessionPreLaunch).
  • O planejamento e monitoramento minuciosos dos padrões de atividade de seus usuários são essenciais para adaptar esses recursos para complementarem uns aos outros. A configuração ideal equilibra os benefícios da disponibilidade mais rápida de aplicativos para os usuários em relação ao custo de manter as licenças em uso e os recursos alocados.
  • Você também pode configurar a pré-inicialização da sessão para um horário agendado do dia no aplicativo Citrix Workspace.

Quanto tempo as sessões pré-inicializadas e prolongadas não utilizadas permanecem ativas

Existem várias maneiras de especificar quanto tempo uma sessão não utilizada permanece ativa se o usuário não iniciar um aplicativo: um tempo limite configurado e limites de carga do servidor. Você pode configurar todos eles. O evento que ocorre primeiro faz com que a sessão não utilizada termine.

  • Tempo limite: um tempo limite configurado especifica o número de minutos, horas ou dias que uma sessão pré-inicializada ou prolongada não utilizada permanece ativa. Se você configurar um tempo limite muito curto, as sessões pré-inicializadas terminarão antes que ofereçam ao usuário o benefício do acesso rápido ao aplicativo. Se você configurar um tempo limite muito longo, as conexões de usuário recebidas poderão ser negadas porque o servidor não tem recursos suficientes.

    Você pode ativar o tempo limite somente a partir do SDK (cmdlet New/Set-BrokerSessionPreLaunch), não do console de gerenciamento. Se você desativar o tempo limite, ele não aparecerá na exibição do console do grupo de entrega ou nas páginas Edit Delivery Group.

  • Limites: o encerramento automático de sessões pré-inicializadas e prolongadas com base na carga do servidor garante que as sessões permaneçam abertas o maior tempo possível, pressupondo-se que os recursos do servidor estejam disponíveis. Sessões pré-inicializadas e prolongadas não utilizadas não causam conexões negadas porque elas são encerradas automaticamente quando os recursos são necessários para novas sessões de usuário.

    Você pode configurar dois limites: a porcentagem média de carga de todos os servidores no grupo de entrega e a porcentagem máxima de carga de um único servidor no grupo. Quando um limite é excedido, as sessões que estiveram no estado de pré-inicialização ou prolongada por mais tempo são encerradas. As sessões são encerradas uma por uma em intervalos de minutos até que a carga caia abaixo do limite. Enquanto o limite for excedido, nenhuma nova sessão de pré-inicialização será iniciada.

Os servidores com VDAs que não se registraram no Controller e os servidores no modo de manutenção são considerados totalmente carregados. Uma interrupção não planejada faz com que as sessões de pré-inicialização e prolongadas terminem automaticamente para liberar capacidade.

Para ativar a pré-inicialização da sessão

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página Application Prelaunch, ative a pré-inicialização da sessão escolhendo quando as sessões são iniciadas:

    • Quando um usuário inicia um aplicativo. Essa é a configuração padrão. A pré-inicialização da sessão está desativada.
    • Quando um usuário no grupo de entrega faz logon no aplicativo Citrix Workspace para Windows.
    • Quando uma pessoa em uma lista de usuários e grupos de usuários faz logon no aplicativo Citrix Workspace para Windows. Certifique-se de especificar também usuários ou grupos de usuários se escolher essa opção.

    Página de pré-inicialização de sessões de aplicativos

  4. Uma sessão pré-inicializada é substituída por uma sessão regular quando o usuário inicia um aplicativo. Se o usuário não iniciar um aplicativo (a sessão pré-inicializada não for utilizada), as configurações a seguir afetarão quanto tempo a sessão permanece ativa.

    • Quando um intervalo de tempo especificado se esgotar. Você pode alterar o intervalo de tempo (1—99 dias, 1—2376 horas ou 1—142.560 minutos).
    • Quando a carga média em todas as máquinas no grupo de entrega exceder uma porcentagem especificada (1—99%).
    • Quando a carga em qualquer máquina no grupo de entrega exceder uma porcentagem especificada (1—99%).

    Recapitulando, uma sessão pré-inicializada permanece ativa até que um dos seguintes eventos ocorra: um usuário inicia um aplicativo, o tempo especificado se esgota ou um limite de carga especificado é excedido.

Para ativar o prolongamento de sessão

  1. Em Manage > Full Configuration, selecione Delivery Groups no painel esquerdo.
  2. Selecione um grupo e, em seguida, selecione Edit na barra de ações.
  3. Na página Application Lingering, ative a o prolongamento da sessão selecionando Keep sessions active until.

    Página de prolongamento de sessões de aplicativos

  4. Várias configurações afetam quanto tempo uma sessão prolongada permanece ativa se o usuário não iniciar outro aplicativo.

    • Quando um intervalo de tempo especificado se esgotar. Você pode alterar o intervalo de tempo: 1—99 dias, 1—2376 horas ou 1—142.560 minutos.
    • Quando a carga média em todas as máquinas no grupo de entrega exceder uma porcentagem especificada: 1—99%.
    • Quando a carga em qualquer máquina no grupo de entrega exceder uma porcentagem especificada: 1—99%.

    Recapitulando, uma sessão prolongada permanece ativa até que um dos seguintes eventos ocorra: um usuário inicia um aplicativo, o tempo especificado se esgota ou um limite de carga especificado é excedido.

Reconexão da sessão de controle quando desconectada da máquina no modo de manutenção

Nota:

Este recurso está disponível apenas no PowerShell.

Você pode controlar se as sessões desconectadas em máquinas no modo de manutenção têm permissão para se reconectar a máquinas no grupo de entrega.

Antes do fim de maio de 2021, a reconexão não era permitida para sessões de desktop em pool de sessão única que tinham desconectado das máquinas no modo de manutenção. Agora você pode configurar um grupo de entrega para permitir ou proibir reconexões (independentemente do tipo VDA) após a desconexão de uma máquina no modo de manutenção.

Ao criar ou editar um grupo de entrega (New-BrokerDesktopGroup, Set-BrokerDesktopGroup), use o -AllowReconnectInMaintenanceMode <boolean> parâmetro para permitir ou proibir reconexões para máquinas que foram desconectadas de uma máquina no modo de manutenção.

  • Quando definido como true, as sessões podem se reconectar a máquinas no grupo.
  • Quando definido como false, as sessões não podem se reconectar a máquinas no grupo.

Valores padrão:

  • Sessão única: Desativado
  • Multissessão: Ativado

Solução de problemas

  • Os VDAs que não estão registrados em um Delivery Controller não são considerados ao iniciar sessões intermediadas. Isso resulta na subutilização dos recursos disponíveis. Há várias razões para que um VDA não possa ser registrado, muitas das quais um administrador pode resolver. A exibição de detalhes fornece informações sobre solução de problemas no assistente de criação de catálogo e depois de adicionar um catálogo a um grupo de entrega.

    Depois de criar um grupo de entrega, o painel de detalhes de um grupo de entrega indica o número de máquinas que deveriam estar registradas, mas que não estão. Por exemplo, uma ou mais máquinas estão ligadas e não estão no modo de manutenção, mas, no momento, não estão registradas em um Controller. Ao visualizar uma máquina “não registrada, mas que deveria estar”, consulte a guia Troubleshoot no painel de detalhes para ver as possíveis causas e as ações corretivas recomendadas.

    Para mensagens sobre o nível funcional, consulte Versões e níveis funcionais do VDA.

    Para obter informações sobre a solução de problemas de registro VDA, consulte CTX136668.

  • Na exibição de um grupo de entrega, a versão instalada do VDA no painel de detalhes pode diferir da versão real instalada nas máquinas. A exibição de Programas e Recursos do Windows da máquina mostra a versão real do VDA.
  • Para máquinas que apresentam o status Power State Unknown, consulte CTX131267 para obter instruções.
Gerenciar grupos de entrega